O Rakuten, gigante do e-commerce no Japão, acaba de comprar o Viber por U$: 900 milhões e amplia sua área de atuação após adquirir o e-book  Kobo e aumentar sua participação no Pinterest.  Agora com o Viber e seus 300 milhões de usuários o Rakuten dobra o número de usuários de sua rede além de expandir sua atuação pra além do mercado asiático.

 

Mas essa aquisição é muito boa para os dois lados, pois o Viber vem evoluindo muito rápido e sua versão mobile já é bem melhor que a do seu principal concorrente, o Skype.  Atingir o mercado asiático, e agora com esse aporte financeiro, é a chance de evoluir ainda mais e abocanhar outros mercados pouco explorados em serviços de VoIP como o Brasil.

 

 

20130527viber-wp-destacada-620x350

 

 

Já para a Rakuten, que rivaliza com a Amazon, essa base de usuários do Viber formada principalmente nos EUA, Austrália e Rússia permite uma maior competitividade, além de aumentar as chances do seu e-commerce no mobile. Em se tratando de Brasil, o Viber já mostrou que está mesmo de olho e anunciou a abertura de um escritório em São Paulo.

 

Engraçado que no Brasil o APP mais popular nesse segmento é o WhatSapp, mesmo ele sendo bem mais simples, e oferecendo basicamente mensagem de texto.  Por isso, essa transação pode ser muito interessante para os usuários brasileiros. Agora é esperar para ver se o Viber não perde sua principal característica e consegue passar pelos obstáculos da nossa fraca conexão móvel. Assim, as pessoas poderão usar o serviço de voz sobre IP de modo mais natural, como acontece lá fora.