Um amplo levantamento realizado pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CETIC.br), órgão ligado ao Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), revelou que 64% dos internautas brasileiros fizeram pesquisas de preço de produtos ou serviços pela internet nos 12 meses anteriores à coleta dos dados, ocorrida entre outubro de 2012 e fevereiro de 2013. Os maiores percentuais foram registrados na faixa etária que corresponde a pessoas com idade de 25 e 34 anos (73%) e de 35 a 44 anos (73%).

 

 

64% dos internautas brasileiros realizaram pesquisas de preços pela interne

64% dos internautas brasileiros realizaram pesquisas de preços pela internet

 

 

O relatório ainda apontou que o volume de internautas que realizaram alguma pesquisa de preço aumenta conforme grau de instrução, renda familiar e classe social. Ou seja, quanto melhor o individuo é classificado socialmente, possui maior instrução e tem mais dinheiro, aumentam-se as chances de ter feito pesquisas de preço. A região Sudeste foi aquela que registou o maior percentual: 68%. O Sul ficou pouco atrás (66%), seguido do Nordeste (58%), do Centro-Oeste (57%) e do Norte (55%).

 

 

E-COMMERCE

Por outro lado, apenas 31% dos internautas brasileiros realizaram alguma compra de produto ou serviço pela internet nesse período. Dentre os 69% dos usuários que não aderiram ao e-commerce, a maioria informou que prefere comprar pessoalmente porque gosta de ver o produto (58%) e não tem necessidade ou interesse (41%).

 

Entre aqueles que compraram, a pesquisa apontou que grande parte adquiriu produtos para casa / eletrodomésticos (46%), equipamentos eletrônicos (41%) e roupas, calçados, materiais esportivos e acessórios (41%). Quanto à forma de pagamento utilizada: cartão de crédito (76%), boleto bancário (31%), débito on-line / transferência eletrônica (6%), pagamento na entrega (1%) e financiamento (1%).

 

 

ACESSO À INTERNET

O relatório do CETIC.br também mostra que 55% dos brasileiros entrevistados possuem acesso à internet. Assim como nas pesquisas de preço, o contato com a web cresce à medida que há uma evolução na escolaridade, renda familiar e classe social. Por faixa etária, existe uma predominância entre cidadãos com idade de 10 a 15 anos (77%), de 16 a 24 anos (83%) e de 25 a 34 anos (71%).

 

Confira a pesquisa completa do CETIC.br.