Você certamente já viu, ou ao menos ouviu falar, do Pedreiro Online – um dos perfis mais famosos do Twitter no Brasil, vencedor de vários prêmios do Youpix – ou do blog Morri de Sunga Branca – especializado em entretenimento.  Eu entrevistei a Bianca Müller – ou Bic Müller, como ela é mais conhecida – uma das criadoras destes projetos – sobre o sucesso destes projetos, produção de conteúdo online, como lidar com a cópia de conteúdo, entre outras coisas. Confira o que conversamos nesta entrevista super legal.

 

bic muller

 

Digaí: Bic, primeiramente gostaria de agradecer esta entrevista para o Digaí. Você trabalha há um tempo com internet e possui dois principais produtos online – o Pedreiro Online e o Morri de Sunga.  Podes me contar um pouco como surgiram estes projetos?

 

Bic: Ambos surgiram por acaso. Eram brincadeiras, piadas internas e quando menos percebi, já haviam tomado maiores proporções.

 

 

 

Digaí: Em relação ao Pedreiro Online, ele começou nas redes sociais e depois ganhou o seu próprio site. Alguma razão específica para este caminho?

 

 Bic: Precisávamos de um outro espaço para trabalhar com outros formatos, com tirinhas, posts, historinhas e o twitter acaba sendo mais limitado neste sentido. Acaba sendo mais uma opção de mídia também, se torna mais fácil vender o conjunto e não só um deles (twitter, blog, facebook) isolados. Acho que é uma complementação mesmo.

 

 

 

Digaí: O que você considera o maior fator do sucesso do Pedreiro Online?

 

Bic: Ele é um cara muito simpático. O personagem ganhou um carisma próprio, que vai além de mim ou da Joyce (@joycelular, que é minha sócia no pedreiro) apesar de fazer cantadas, elas não são vulgares, as mulheres acham ele fofo e abusado, mas jamais grosseiro rs 

 

 

 

Digaí: O fato do Pedreiro Online ter sido criado por mulheres ainda causa espanto nas pessoas?

 

Bic: Hoje não. Quando ele começou a fazer sucesso, as pessoas se assustavam muito com isso. Hoje em dia quase todo mundo sabe, é mais tranquilo.

 

 

 

Digaí: O que você considera o maior fator do sucesso do Morri de Sunga?

 

Bic: Não sei dizer ao certo, mas acredito que esse tom de conversa que temos lá, como se estivéssemos comentando algo com o amigo ou o colega da firma. Todo mundo gosta de fofoca, contanto que ela não agrida ninguém, é super permitida rs

 

 

 

Digaí: Que conselhos você dá para quem quer criar um blog?

 

Bic: Não crie um blog pensando em ganhar dinheiro, pensando em copiar uma fórmula pronta, um formato que já está sendo abordado. Em um mar de mesmice, os blogs que tem conteúdo autoral e espontâneo vão se destacar sempre.

Minha outra dica é sempre falar de algo que goste, deve ser bem chato escrever algo apenas porque vai dar dinheiro ou sucesso. Fazer o que gosta sempre tem que vir em primeiro lugar! 

 

 

Digaí: Como você vê a forte participação das redes sociais na mídia tradicional, principalmente na televisão? Você acha que esta mídia tradicional está preparada para esta mudança de comportamento?

 

Bic: Acho que estão começando a se abrir sim, a entender que internet não compete com a TV, ela é um complemento. Quando usada em sinergia com a programação, pode dar um resultado fantástico. O público quer essa coisa imediata que a internet oferece, quer falar na hora, quer o tempo real. É um novo tipo de audiência que está se criando, a tv está começando a entender esse público.

 

 

Digaí: Você já passou por diversos casos de cópia de conteúdo sem autorização, tanto do Morri de Sunga, do Pedreiro Online e até do seu perfil pessoal. Como você lida com esta prática?

 

Bic: É muito complicado ver o seu trabalho sendo utilizado por outras pessoas, já cansei de brigar, tentar fazer com que retirassem, mas é uma briga meio solitária. Inclusive já vi profissionais da internet minimizando e falando que isso é besteira, que tem que deixar pra lá.

É uma pena que as pessoas pensem assim, se todo mundo respeitasse mais a criação do outro, essa prática ao menos diminuiria bastante.

 

 

Digaí: Que dicas você daria para quem quer trabalhar com produção de conteúdo para internet?

 

Bic: Estude. Se instrua. Saiba do que você está falando e com quem está falando. Conhecer o seu público ajuda bastante. Se inspirar é diferente de copiar. Quando se tem inspirações boas, seu trabalho se torna único.