O Google e a ONG Think Olga entraram em parceria contra o assédio sexual nesse Carnaval, a fim de combater toda e qualquer tipo de importunação durante as festas que já estão acontecendo em todo o país.

Essa parceria oferece o Google Assistente para as pessoas que se sentirem ameaçadas relatarem casos de assédio diretamente do celular.

De acordo com o Datafolha, pelo menos 42% das mulheres brasileiras alegam já ter sofrido assédio sexual, e este problema agrava-se entre as mulheres que têm mais estudos.

Um terço das mulheres admitem já ter sido assediadas sexualmente enquanto caminham na rua, enquanto 22% afirma que sofreu assédio nos transportes públicos, 15% no ambiente de trabalho, 10% na escola ou na universidade (10%) e 6% em casa.

think-olga

O que é a Think Olga

A Think Olga é uma ONG feminista, criada em 2013, que tem por objetivo empoderar as mulheres através da informação. O projeto é um hub de conteúdo que aborda temas necessários de serem debatidos sobre o universo feminino.  

mulher-ok-google

“Ok Google, como reportar assédio sexual”

O Google explica que, agora, ao falar “OK Google, como reportar assédio sexual” para o Google assistente, o smartphone vai mostrar os contatos da Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (180) e o da Polícia Militar (190), além de colocar o site da Think Olga para obter mais informações sobre o tema.

Ainda sobre a nova ajudinha, eles dizem o seguinte:

“No site da ONG, as pessoas podem descobrir mais sobre os exemplos de conduta de assédio sexual, como acolher as vítimas dessa violência, como denunciar e suas implicações jurídicas”.

Se você tem iPhone, não se preocupe, o Google assistente pode ser utilizado ao baixar o aplicativo na plataforma da App Store. Já para quem tem Android, só precisa clicar no botão home para ativar o aplicativo ou se já tiver, apenas dizer a frase “mágica” que foi citada mais acima.

E aí, [email protected], o que você achou dessa parceria?