Sabe aquela velha história de que tempo é dinheiro? Após muito ouvir esse ditado (principalmente dos nossos chefes) passei a compreender melhor o que estava por trás do seu significado e como isso deve ser aplicado em nosso dia a dia.

Quando alguém fala que “tempo é dinheiro”, ela quer dizer que, em outras palavras, ficar parado custa caro. O importante é produzir e quanto mais é feito, melhor o resultado (financeiro) obtido. Mas analisando melhor o termo, podemos chegar à ideia de otimização de tempo. Não importa se essa otimização vai ser para trabalhar, para praticar esporte, para dormir, o importante é usar o tempo da melhor forma, sem desperdício. Até porque, esse é um diferencial entre tempo e dinheiro: o primeiro não se recupera.

cura

Para organizar nossas atividades e aproveitar cada momento da melhor forma, devemos buscar informação de qualidade que supra as nossas necessidades.

Funciona mais ou menos assim: suponhamos que você seja um professor e que está sempre em busca de informações e notícias para aplicar em sala de aula. Para ter o conhecimento que deseja, você acessa Facebook, instagram, blogs, revistas, jornais, televisão, rádio, e outros tantos canais de notícias. Mas qual a sua referência em cada mídia? Em quem você se espelha?

Para otimizar o seu tempo e garantir qualidade no que está sendo procurado, é fundamental que seja feito um processo de curadoria. Vamos novamente dar outro exemplo. Digamos que você tenha um blog com tema esportivo, mais especificamente o futebol, e que diariamente sejam feitas diversas atualizações com noticias de diversos times. Para que você não perca tempo acessando sites e olhando fontes pouco proveitosas, seria interessante que você definisse canais e profissionais que sejam referência no seu assunto.

cura1

Curadoria de Conteúdo: Escolhendo o profissional

Esse processo pode levar algum tempo. Para que seja feito da maneira correta, faça uma lista de perguntas e veja se aquele profissional atende às suas necessidades. Ele representa o seu modo de agir? Ele é referência no seu âmbito de atuação? Você concorda com a maioria das coisas que são ditas por ele?

Na prática, seria assim: Você tem seu blog e se espelha em determinados comentaristas esportivos para serem suas fontes diárias de informação. Eles podem estar em algum canal de TV aberta (Globo ou Band, por exemplo), TV fechada (ESPN, Sportv, BandSport, etc), rádio (Léo Medrado), Jornal impresso (Juca Kfouri), entre outros. Assim, quando você estiver pesquisando as noticias do dia, será com base nesses profissionais que será feita a sua análise e captação de informação, evitando que seja desperdiçado tempo com outros profissionais que não tenham a mesma segurança ou influência para você.

cura2

Curadoria de Conteúdo: Escolhendo a mídia

A mídia é um fator determinante como fonte de curadoria. Ela pode ser tanto online como off-line. Nos dois, encontramos pontos positivos e negativos.

No online (Facebook, instagram, blogs, sites, etc) temos atualização quase que instantânea de tudo o que acontece no mundo. As notícias surgem a todo momento, sobre os mais variados assuntos. Há uma extrema facilidade na propagação e no acesso, o que resulta em uma quantidade maior de locais para se pesquisar.

O lado negativo é a garantia da qualidade e veracidade do que está sendo exposto. Como saber se aquela notícia sobre um acontecimento do outro lado do mundo ou do outro lado da cidade é realmente verdade? Por isso, ao escolher as mídias online, selecione aquelas que têm maior credibilidade na veiculação de informações, além de possuir conteúdos realmente relevantes.

Para veículos offline (revista, jornal, canais de televisão, rádio, etc) devemos ter os mesmos cuidados. O diferencial do off-line para o online é que eles já fazem um processo de curadoria para eles. Um jornal, por exemplo, só vai estampar as notícias que achar mais relevante para o seu público. Nesse caso, você escolheria um jornal que compactuasse das suas ideias, que escolhesse notícias de relevância e que você retirasse conteúdos de qualidade.

Isso evita que você perca tempo em busca de informação em vários outros jornais, enquanto um só já seria suficiente. Entenda que não estamos dizendo que deva existir apenas uma fonte de pesquisa, mas que você estabeleça referências que assegurem qualidade e confiabilidade na informação.

cura3

Curadoria de Conteúdo: Use a tecnologia a seu favor

Para que possamos pôr em prática tudo o que falamos anteriormente, podemos utilizar algumas ferramentas, tanto para o meio online como offline. Muitas televisões hoje em dia possuem o aplicativo de gravar a programação para que o usuário veja o conteúdo em qualquer outro momento. Assim, caso você queira ver um programa que passa em um horário inviável, gravar seria uma alternativa de não perder esse conteúdo.

Para a mídia online, há a possibilidade de assinalar quando você deseja receber notificação de alguma atualização e notícias do seu interesse. Isso pode ocorrer em blogs, Instagram, Facebook e outros canais. Esses são alguns exemplos do que pode ser feito para se manter informado sem precisar ficar lembrando de visitar todas as mídias todos os dias.

cura4

Curadoria de Conteúdo: Filtre

Embora você tenha que buscar informação em vários locais para se manter informado, é preciso que ocorra o processo de filtragem. De tudo o que foi visto, lido e compreendido, o que pode ser aplicado no seu dia a dia? O que realmente é relevante? Não é porque você confia em determinada fonte que não precise analisar e refletir sobre determinado conteúdo. Afinal, devemos buscar inspiração para expressar nossa forma de pensar.

Conclusão

Escolhendo profissionais e canais corretos, você vai economizar tempo colhendo as informações necessárias para se manter atualizado acerca dos temas de seu interesse. De início, será um processo que demandará empenho, pois muitos canais e profissionais serão avaliados por você. Mas com essa etapa concluída, tenha certeza de que não só o seu tempo vai ser melhor aproveitado, como a qualidade dos conteúdos utilizados como base por você será otimizada.

E aí, amigo, o que achou das nossas dicas? Você concorda que otimizar tempo é fundamental para que nosso dia seja melhor aproveitado?