Na última quarta-feira, 02, o Clube Português do Recife foi palco do Tour da Bel, evento itinerante da empreendedora Bel Pesce pelas capitais brasileiras. A edição do tour esse ano trouxe o tema do seu mais recente livro “A Sua Melhor Versão Te Leva Além”, uma palestra com aproximadamente 120 minutos em que a Bel conta de onde surgiu a ideia de compartilhar o que chama de seu “código aberto”, com o objetivo de ajudar as pessoas a conhecerem a si mesmas.

 

Ajudanca: a banca de ajuda da Bel

 

Com o plateia lotada, Bel subiu ao palco às 19h40 com muitos aplausos, mas pediu que todos guardassem as palmas para o final, caso fosse do seu merecimento. E então, para começar a noite, ela convidou a Camila Borges, fundadora do Politiquê? e vencedora do Ajudanca, uma espécie de “banca da ajuda” em que projetos são votados pelo público para ouvir os conselhos da empreendedora.

 

Após apresentar a proposta do projeto suprapartidário que busca levar educação política e cidadania a jovens brasileiros, Camila ouviu atentamente os valiosos conselhos. Entre eles: construir um movimento com sentimento de comunidade, criar um guia ou e-book que conte histórias e mostre o valor da transformação e buscar inspiração em repertórios de causas semelhantes que acontecem pelo país.

 

camila-e-bel-pesce

Camila Borges, do Politiquê? (à direita) e Bel Pesce.

 

 

Tour da Bel e o poder do código aberto

 

Bel começou a programar com 12 anos, mas só mais tarde entendeu o poder de transformação de um código aberto. Ao conhecer a história do Salvatore Iaconesi, ela percebeu que podia aplicar a teoria do open source para mudar a maneira como as pessoas “se conhecem”. Salvatori descobriu que tinha câncer no cérebro e, contrariando a expectativa de muitos, decidiu encarar a  doença de maneira diferente: abriu seu diagnóstico para todos na internet em busca de uma cura “aberta”. O artista acreditou no potencial da rede de conectar rapidamente pessoas de todo mundo em uma só causa.

 

Essa atitude, um pouco chocante por não ser comum, inspirou a empresária que resolveu testar o conceito do “código aberto” na vida das pessoas. Assim, ela passou os últimos três anos tentando aprender a se conhecer apara enfim ajudar os outros nessa missão.  Segundo ela, todos temos uma espécie de manual de instruções, que apesar de estar em constante modificação nos ajuda a entender como funcionamos.

 

Os frutos desse aprendizado foram compilados em seu livro “A Sua Melhor Versão Te Leva Além”, e os melhores pontos, reunidos em sua palestra, apresentada durante o Tour da Bel, repleta de lições sobre autoconhecimento, produtividade e foco.

 

App Meu Código Aberto

 

O seu conceito do open source aplicado à vida das pessoas também rendeu um app gratuito, disponível para iOS e Android, também chamado “O Meu Código Aberto”. Ele é dividido em capítulos do livro, e cada um deles reúne dicas de como aplicar algumas das principais lições, que no livro e na palestra podem ter ficado apenas na teoria. Ao realizar esses “desafios”, você pode registrar através de notas, fotos, vídeo e áudio e assim progredir nas etapas. Uma estratégia muito inteligente de gamification. 🙂

 

Leve a FazInova para o seu estado

 

Uma das grandes surpresas do evento, foi o anúncio de um projeto para levar sua escola física, a FazInova, para outras partes do país. Assim como o Tour da Bel, esse também será feito através de financiamento coletivo e promete recompensas para quem contribuir, mesmo que com o valor mínimo. Os interessados podem conhecer mais aqui.

 

Bel-Pesce-Recife

A tradicional selfie da Bel com a galera

 

Depois de apresentar à plateia os seus projetos futuros, o encerramento da palestra ficou por conta da tradicional selfie com os participantes, além de vídeos no snapchat da palestrante.

O Tour da Bel ainda vai passar por Floripa e Rio de Janeiro. Fiquem ligados! 🙂