A tendência de trabalhar em casa ou ser nômade digital está cada vez mais forte. O mesmo princípio, ser produtivo sem bater ponto no mesmo local todos os dias, pode ser usado também na hora de fazer voluntariado. Já pensou em ajudar uma causa sem sair de casa?

 

 

Como ser voluntário online?

 

Algumas iniciativas bem interessantes ajudam o interessado em trabalhar como voluntário remoto a encontrar a instituição que esteja precisando dos seus serviços. Dá para pesquisar por causa, por exemplo, educação, saúde, meio ambiente, ou pela atividade que o voluntário quer exercer, como advocacia, ensino ou comunicação.

 

O portal Voluntários Online foi o primeiro a realizar este trabalho aqui no Brasil. Fundado em 2008, o site é uma grande ferramenta de “classificados”, com anúncios de vagas em todo o país, além de conter notícias e orientações para ONGs e voluntários. Atualmente, o portal conta com mais de 64 mil voluntários cadastrados e dispostos a ajudar cerca de 800 ONGs participantes.

 

Foi na Índia, onde trabalhou como voluntário em 2013, que Leandro “Malhado” bolou a ideia da Dream’NGO. A instituição presta consultoria e treinamentos em marketing digital para ONGs. A iniciativa já capacitou 18 instituições e 60 voluntários para participaram das ações. Embora atue com trabalho presencial, a Dream’NGO tem espaço para voluntários online. Nos projetos se destacam trabalhos em criação gráfica e elaboração de campanhas.

 

Tradutores e web developers são alguns dos profissionais requisitados nos projetos cadastrados na Atados, uma rede fundada em 2012. O site divulga projetos de ONGs, chamados “atos”, e faz a ponte com interessados em contribuir. O site já tem 34 mil usuários e mais de 340 instituições cadastradas.

 

Que qualidade o voluntário digital precisa ter?

 

Oportunidades não faltam. Profissionais de diferentes áreas e com as mais variadas disponibilidade de tempo são requisitados. Claro, são serviços que podem ser realizados via internet. Bruno Tataren, fundador da Atados, destaca vagas remotas como analista de Google Ads, analista de mídias digitais e redator. Na Dream’NGO, as vagas são parecidas. No portal Voluntáios Online dá para encontrar também oportunidades em áreas como direito e administração.

 

Para ser um bom voluntários online, entretanto, não basta saber fazer o serviço. Assim como no trabalho remoto, para ajudar uma causa online é preciso disciplina e iniciativa. “Quanto mais empreendedor é o voluntário melhor será a experiência. Ou seja, se a Organização esquece de responder um email, a pessoa liga, corre atrás e não fica esperando”, diz Malhado, da Dream’NGO.

 

 

E dá para ajudar mesmo?

 

As instituições asseguram que é possível sim fazer a diferença mesmo trabalhando de casa. Bárbara Pettres, consultora de comunicação do Voluntários Online cita o trabalho realizado por profissionais remotos em importantes projetos do portal. “Podemos destacar as vagas de divulgadores de campanhas que criamos, buscando doações e voluntários para situações de de desastres provocados por fenômenos naturais, como as enchentes de 2008 em Santa Catarina e o terremoto do Haiti em 2010”, conta.

 

Pela Dream’NGO, os voluntários fizeram a diferença, por exemplo Instituto Cultura Dandara. “Ano passado, toda a campanha para participar de um prêmio cultural foi feito por uma equipe de voluntários”, diz Malhado.

 

 

Quais são as vantagens para o voluntário?

 

Claro que, além de ajudar uma causa, o voluntário também ganha pontos de experiência profissional. Participar de um trabalho de voluntariado é uma forma de expor o trabalho, construir um portfólio e colocar na prática o que se aprendeu na faculdade. Na Dream’NGO, a contribuição para uma ONG já virou oportunidade de emprego para alguns dos envolvidos. “Alguns voluntários já foram contratados por empresas por conta dessa experiência. Já fiz quatro entrevistas de recomendação via Skype. Ou seja, estamos conseguindo quebrar o pensamento que somente a organização ganha nessa troca”, explica Malhado.

 

 

Essa tendência tem futuro?

 

Recente por aqui, o voluntariado digital parece ter um futuro interessante pela frente. Não é modinha não! Barbara Prattes já avisa que, em breve, o Voluntários Online vai se transformar e que novidades estão chegando com uma parceria da instituição com o Social Good Brasil (http://socialgoodbrasil.org.br/) .

 

Onde encontrar trabalho voluntário remoto?

 

Para começar uma ação voluntária online procure:

 

 

Voluntários Online

http://www.voluntariosonline.org.br
 
Desde 2008

64 mil voluntários

800 ONGs

Destaque: Doações e voluntários para trabalhos em 2008 (enchentes em SC) e 2010 (terremoto no Haiti)

 
 

Dream’NGO

http://www.dreamngo.org
 
Desde 2013

60 voluntários

18 ONGs

Destaque:  Projetos A Banca e Pimp my Carroca

 
 

Atados

https://www.atados.com.br/
 
Desde 2012

34 mil voluntários

340 ONGs

Destaque: 205 oportunidades abertas agora!

 

 

No ano passado, eu tive a oportunidade de participar de um projeto de voluntariado remoto. A experiência foi bastante positiva. Quem quiser tirar alguma dúvida ou fazer alguma pergunta sobre esse tipo de trabalho, é só perguntar nos comentários!