Você já parou para pensar no porquê o mercado deveria escolher você no meio de tantas outras opções? Já sabe qual adjetivo andam espalhando por aí a seu respeito?

 

Assim como as empresas, nós profissionais precisamos também investir na nossa marca. Será que nossa marca pessoal consegue expressar nossos valores? É importante que a percepção das outras pessoas a respeito de nós mesmos reflita a realidade e seja condizente com a mensagem que queremos passar.

 

Você tem criado valor para sua própria marca? Se não, está na hora de começar a pensar como empresa. Uma empresa chamada VOCÊ.

 

 

PORQUE É IMPORTANTE CUIDAR DA MARCA PESSOAL

 

Para começar a falar de marca, dá uma olhada nestes dados (citados em “Personal Branding”, de Arthur Bender):

 

 

Digai - Marca Pessoal Excesso de Escolhas

 

Estamos imersos num caos de informações e marcas de empresas, produtos e serviços. E no meio desse excesso, estamos nós lá como marcas também. Marcas pessoais tentando nos destacar num mercado onde milhares de profissionais disputam cargos e posições; investimentos e oportunidades; clientes e parceiros para seus produtos e serviços.

 

A maioria oferece os mesmos atributos. Como nos diferenciar para que nossa marca seja a escolhida?

 

 

PASSOS IMPORTANTES PARA CUIDAR DE SUA MARCA PESSOAL

 

Assim como reconhecemos nossas marcas favoritas, queremos que nossa marca seja reconhecida, única e envolvente.
E para isso, são necessários alguns passos:

 

 

1) Invista em seu Autoconhecimento

 

Isso significa identificar seus sonhos e estabelecer objetivos. Quem não sabe onde quer chegar, não saberá por onde ir. Ainda que você não saiba por onde ir, se você tiver claro o seu objetivo em mente, saberá identificar a oportunidade quando ela aparecer na sua frente.

 

2) Descubra a palavra que define você

 

O que andam dizendo de você por aí? Não sabe? Peça a alguns amigos que o descrevam em uma palavra de maneira bem sincera. Existe algum adjetivo que te descreva de maneira predominante? (Engraçado, competente, comprometido, confiável?) Transforme o  adjetivo em seu maior valor e trabalhe para destacá-lo. Caso, não se sinta à vontade para pedir ajuda de amigos, você mesmo pode determinar qual palavra tem a ver com seus valores e trabalhar para que sua imagem reflita esse valor.

 

3) Defina o plano de ação para alcançar seus objetivos

 

Sabendo onde você quer chegar e conhecendo os seus valores, é hora de definir os seus passos. Qual a sua imagem hoje? Como pretende melhorá-la ou transformá-la? Que ações vão levar você do ponto A para o ponto B? “A maioria das pessoas não planeja fracassar. fracassa por não planejar.” (John Beckley)

 

4) Faça a diferença

 

Num mundo de alta competitividade, com milhares de profissionais normais e invisíveis, uma pequena diferença de comportamento e de atitude pode resultar numa enorme vantagem competitiva. Pense: quantas coisas você pode melhorar no seu trabalho hoje? O que você pode fazer de ”anormal” ou fora da média? Faça.
 

5) Cuide de sua imagem e credibilidade

 

Fique atento aos seus passos e se está alcançando os objetivos e resultados esperados. Assim como fazemos com marcas de empresas devemos mensurar também as ações com relação a nossa marca pessoal.

 

Reavalie com frequência se está transmitindo a mensagem de sua marca de acordo com seus valores e imagem desejada. E se preciso for, altere seus passos. O importante  é que a marca reflita quem você é realmente e destaque o que tem de melhor ao mercado.

 

Gostaria de se aprofundar neste assunto? Você tem cuidado de sua marca pessoal?