Nos dois últimos dias, o Interaction South America partiu para uma casa nova, mais precisamente para outra cidade, Olinda. Quem não conhece muito bem Recife e Olinda pode até estranhar tal mudança, mas a distancia entre o bairro do Recife Antigo e o Centro de Convenções em Olinda não chega a 10km.

 

Já de casa nova e pronto para receber as principais apresentações do evento, quase todos os problemas citados no primeiro dia já estavam resolvidos: estacionamento farto e todas as apresentações no mesmo local são algumas. Outra questão que me chamou a atenção foi era que já esperava ver alguns rostos que ficaram bastante familiares nesses dois primeiros dias, contudo, vi muita gente diferente e arrisco dizer que a faixa etária estava levemente mais alta.

 

Mas vamos falar sobre as apresentações que é o que mais importa. Na sexta, destaco duas palestras da tarde, a primeira “Design, Memória e Comportamento na Era Digital” de Guto Requena, que abordou os desafios da arquitetura moderna e as possibilidades de inovação através da tecnologia.

 

 

guto isa recife 2013

 

Ele apresentou casos curiosíssimos de criações como uma cadeira que foi criada a partir de uma gravação sonora sobreposta a um modelo já existente de cadeira que, escaneada por uma impressora 3D se tornou outro objeto totalmente diferente e, ainda assim, bonito. Com essa tecnologia ele mostra que é possível imprimir memórias sonoras e comportamentos, como os ruídos da cidade de São Paulo, e interagir esses “bits” sonoros na fachada de um Prédio, por exemplo.

 

A outra palestra foi a do muito simpático alemão com mais de 2 metros de altura, Arn van Oosteron, CEO do DesignTinkers Group, que falou sobre as dificuldades nos processos de inovação de grandes empresas, novos modelos de negócios e cultura organizacional.

 

Já no sábado – último dia do evento – destaco a palestra de Dana Chrisnell com o título Rethink User Research for the Social Web. A palestra tratou sobre aspectos de como – e se – as interações sociais estão ajudando nos testes de usabilidade. Outro destaque fica por conta de Jared Spool, que falou sobre usabilidade em dispositivos mobile.

 

E assim o Interaction South America chegou ao fim. Dele, fica o saldo positivo e o gostinho de quero mais 🙂

 

isa recife 2013 3 dia