Imagine acabar com os “menas”, “conserteza”, “mim comprar” do mundo digital? Sonho, né? De certa forma nem tanto para a Fundação Lemann. Ela acaba de lançar o programa de apoio à ferramentas inovadoras para ensino da língua portuguesa: “O Start-Ed, Programa de estímulos a startups educacionais.”

 

started_banner_blog

 .

A ideia consiste em desenvolver aplicativos, softwares, games ou outras ferramentas digitais para educação. Podem participar pessoas físicas, empresas ou organizações sem fins lucrativos com equipes de até 3 pessoas. O prazo de inscrição já começou e vai até o dia 7 de agosto.

 .
O desenvolvimento das propostas deverão abordar algum tópico da Língua Portuguesa que envolva: Alfabetização, leitura e escrita – da educação infantil ao ensino médio. Os 10 melhores projetos receberão um incentivo financeiro de R$20.000,00 cada.

.
A intenção do Start-Ed nada mais é do que promover uma melhor qualidade de aprendizado para os diversos alunos de escolas públicas, sendo orientados e acompanhados pelos professores. E assim que seja refletido nas notas, comportamento… Na vida dos alunos.

.
A iniciativa tem tudo para dar certo – e torço para que os desenvolvedores estejam inspirados a encontrem alguma forma de evitar essa péssima cultura de escrever grotescamente errado na internet.

 .

.
Leia as condições de inscrição
Faça sua Inscrição