Existem no mercado três modalidades de escolha para criação e gestão de uma loja virtual. A modalidade própria, a alugada e a contratada por terceiros. Há também diversas soluções para cada modalidade, o que torna a escolha bastante difícil, pois a escolha certa da plataforma de e-commerce a ser adotada é de extrema importância para o sucesso do negócio. Então, por onde começar?

 

O primeiro aspecto a ser levado em conta está relacionado às necessidades e recursos que o negócio ou o empresário têm e dispõe. Depois, passa por uma avaliação das soluções existentes que melhor se adeque à estas necessidades. E, por fim, escolher a melhor.

 

A melhor escolha vai depender, primeiro, da consciência que você tem de você mesmo como negócio e empreendedor. Qual o capital, tempo e conhecimentos técnicos que possui? Estes são questionamentos básicos para se ter uma noção da modalidade de plataforma a ser contratada.

 

As plataformas open source são mais adequadas para quem quer ter uma loja própria, desenvolver originalmente seu negócio e para os que possuem mais recursos humanos e financeiros. Este tipo de plataforma está sendo bem difundida e utilizada. Requerem normalmente, altos conhecimentos de programação e tempo para configuração e atualizações. Se faltarem conhecimentos técnicos, o respectivo tempo despendido vai ser maior para aprendizagem. Estão envolvidos também as questões de registro de domínio, hospedagem, entre outras, que são coisas separadas.

 

A contratação por terceiros são geralmente agências que, normalmente, tem uma plataforma própria e administram a loja virtual do cliente, transmitindo sempre a mesma mensagem: “Cuide do que você mais entende (seu negócio) e deixa a loja virtual conosco”. Esta modalidade é mais indicada exatamente para este tipo de empresários que não querem investir tempo em formação, criação de novo departamento na empresa, etc. E neste caso, teriam o intuito apenas de ter sua loja online como mais um canal de vendas, deixando a administração da loja a cargo de terceiros.

 

As plataformas alugadas são soluções para pequenos e até médios empresários ou empreendimentos. Nesta modalidade, as soluções disponíveis apresentam  uma gestão bem fácil a preços acessíveis e diferenciados. Algumas oferecem planos gratuitos, mas limitam bastante o número de page views, número de produtos cadastrados, número de e-mails, etc. Este é a modalidade mais adequada para quem está iniciando suas atividades como empreendedor virtual, até por que algumas já incluem a hospedagem.

 

Porém, um alerta deve ser feita: a mudança de plataforma sempre deixa sequelas, seja no desempenho de vendas ou atendimento ao cliente. Por isso é muito importante escolher bem a plataforma antes de iniciar o projeto e que não seja facilmente iludido por preços baixos. A melhor escolha passa por uma relação de custo-benefício entre sua empresa e a plataforma. E não só, pense também em um futuro crescimento da loja e o que será necessário neste futuro estágio.