Ao criar uma página no Facebook para a sua empresa, é normal ter a expectativa que ela gere muitas reações, comentários, compartilhamentos e conversões. Mas quando isso não ocorre, o que fazer? Será que você está gerando o conteúdo certo? É hora de ligar o sinal amarelo e repensar algumas estratégias.

Esse é o momento de analisar os resultados, a sua estratégia de Marketing Digital no Facebook e os motivos pelos quais ela não gera os resultados que você esperava.
Muitos fatores podem estar envolvidos de forma isolada ou pior, em conjunto, na falta de resultados. Pode ser um problema de estratégia, de qualidade de conteúdo ou investimento.

Por essa razão, o Digaí resolveu fazer este artigo para orientar quem está passando por essa situação ou até para quem não está, mas que após ler o artigo irá conhecer os erros e evitá-los.

 

facebook-2229925_1920

Ignorar a persona

Um erro cometido por muitas empresas é não levar em consideração a persona da marca no momento da criação dos conteúdos. Será que o conteúdo que você está criando conecta com a linguagem dos seus seguidores? Será que é um conteúdo que gera o interesse deles?

Vale lembrar que se alguém segue a sua marca, ele gosta dela, das características dela. Então é essencial analisar as particularidades da sua persona e gerar conteúdo que conecte com elas.

Analisando uma situação real, uma empresa com um público jovem e uma abordagem mais informal, como uma empresa de produtos esportivos, não irá se portar da mesma maneira que uma empresa voltada para um público de advogados, por exemplo. Por mais que a segunda possa decidir adotar uma linguagem mais leve, ela não terá a mesma liberdade da primeira.

Não interagir com o público

Por mais que responder aos seguidores seja algo extremamente básico, é bastante comum que empresas façam o contrário. Óbvio que dependendo do tamanho da sua empresa, é impossível responder todo mundo, mas procure designar um profissional do seu negócio que seja responsável por essa atividade priorizando os principais comentários e interações a serem respondidos.

Muitos seguidores têm dúvidas, elogios ou críticas, busque dar atenção a todas essas formas de interação. Muitos insights podem surgir de situações como essas. Além do mais, o simples fato de ser respondido por sua marca favorita, gera um engajamento extremamente positivo no usuário. A probabilidade desse seguidor se tornar um divulgador orgânico da sua empresa é muito alta se você procurar conversar com quem te segue.

 

young-man-845532_1920

Excluir críticas (ou ignorá-las)

Como dito no item anterior, haverá críticas, nem tudo são flores e você tem que aprender a lidar com isso. Não ignore ou exclua comentários de seguidores que criticam algum ponto da sua marca, pelo contrário, procure respondê-los e principalmente resolver o problema em questão. Desta forma, o seu consumidor irá ficar satisfeito por ser respondido e por ter seu problema resolvido. Ponto positivo para você.

Mostre para o seu público que você não ignora críticas e que está sempre disposto a resolver a motivação delas. Além disso, é sempre válido ver o lado positivo da situação, a partir das reclamações, você pode melhorar a sua oferta com base no desejo dos seus seguidores.

Não pensar no usuário mobile

Um detalhe que muitas vezes passa despercebido, nem todos conteúdos postados são amigáveis para o formato mobile. O uso do Facebook no smartphone é bem diferente se comparado ao usuário de computadores. É preciso levar em conta as particularidades de cada. Por exemplo, você postou uma imagem que contém texto, será que ele está num tamanho legível para o usuário mobile que possui uma tela menor? Todos os detalhes têm que ser levados em conta na hora do planejamento do conteúdo.

Falta de timing nos assuntos do momento

Assim como outras redes sociais, o Facebook repercute bastante os assuntos de interesse geral que estão mais quentes no momento. É bastante comum vermos notícias bombásticas, boatos ou acontecimentos que acabam virando memes na rede social.

Você precisa ter o feeling e principalmente o timing para pegar carona nesses assuntos e colocar a sua marca em evidência. Por exemplo, basta lembrar do jogo “9 verdades e 1 mentira” que circulou por alguns dias no Facebook. Muitas páginas criaram conteúdo baseados nesse game e conseguiram ter ótimos resultados de engajamento.

Mas fique atento no timing, acontecimentos desse tipo costumam ter uma data de validade bastante curta, seja ágil e acompanhe a onda enquanto o assunto está em pauta.

 

Print bode gaiato

Deixar de investir em anúncios

Quem não gostaria que sua marca crescesse no Facebook de forma orgânica? Todo mundo. Mas não funciona bem assim. Muitas empresas cometem esse erro e não investem em anúncios na rede social.

Nos últimos anos, o alcance orgânico das páginas do Facebook caiu bastante. A rede social além de objetivar obter mais lucro com anúncios pagos, deseja melhorar a experiência do usuário, priorizando posts de amigos e pessoas mais próximas.

Então prepare-se e separe um orçamento para investir em anúncios. O Facebook Ads permite que você alcance mais fãs, gere engajamento, vendas, leads, aumente as visitas do seu site, enfim, há um amplo leque de possibilidades na ferramenta.

Além disso, é bastante interessante investir na ferramenta por causa do seu poder de segmentação. Ela te permite veicular seus anúncios de acordo com localização, idade, gênero, status de relacionamento, nível educacional, poder aquisitivo, páginas curtidas, hábitos de compra, etc.

Isso garante uma maior qualidade nas suas campanhas, entregando o seu produto para determinados públicos definidos no processo de elaboração da sua estratégia de marketing.

Não monitorar os seus resultados

Por fim, após todo planejamento de conteúdo, é preciso monitorar os seus resultados e mensurar o que deu certo e o que não deu. A partir daí você começará a identificar os formatos que mais geram comentários e compartilhamentos.

Basta entrar na aba de informações da sua página e analisar as métricas de engajamento por posts, demografia dos seus seguidores, melhores horários e dias de veiculação das postagens, etc. Para analisar as métricas de suas campanhas pagas, basta entrar no seu gerenciador de negócios e medir os resultados dos seus anúncios.

Se você quer acertar no planejamento do seu conteúdo, não adianta fechar os olhos para a análise das métricas de desempenho. Elas são essenciais para você entender a razão dos seus seguidores não engajarem com seus conteúdos.

E aí, amigo, curtiu nossas dicas? Conta pra gente se você já cometeu ou comete algum dos erros citados.