Quando a mulher brasileira empreende, ela transforma a sua vida e a de quem está ao seu redor, no entanto, ela não se reconhece como empreendedora, tampouco como agente modificadora dessa realidade. O Brasil já reúne 6 milhões de mulheres que empreendem formalmente. Pensando em dar vazão e visibilidade e criar uma rede de fortalecimento, na semana passada o Facebook e Instagram anunciaram o projeto Ela Faz História, que incentiva o empreendedorismo, empoderamento e protagonismo feminino.

Imagem: Daniela Kleiner

Imagem: Daniela Kleiner

Sabendo da sua responsabilidade como importante ferramenta na transformação de empreendedoras, a missão das duas redes sociais com o #ElaFazHistória é munir mulheres de recursos e informações para combater as barreiras de desigualdade de gênero. Hoje grande parte dos negócios que nascem no Facebook e ganham notoriedade, crescem e se expandem até conquistar espaços físicos, traçando o caminho contrário ao tradicional: saem do digital para o “real”. Histórias como a da Beth com a Beth Backer, ilustram a trajetória que foge dos padrões, graças ao desenvolvimento crescente de mulheres em estágio inicial de empreendorismo.

#ElaFazHistória Recife

Recife, sede de importantes inovações, é reconhecida hoje como o maior polo tecnológico do país. Isso porque sedia o Porto Digital no Recife Antigo, seu bairro homônimo. O parque tecnológico é hoje o mais importante do Brasil, chegando a ser comparado com o mundialmente conhecido Vale do Silício, em São Francisco, nos Estados Unidos. Foi nesse contexto que a cidade (e o citado bairro) foi escolhida para receber, na última sexta-feira (01), a primeira edição do evento Ela Faz História, do Facebook e Instagram.

Se, por um lado, o importante papel no desenvolvimento tecnológico do país chamou a atenção dos organizadores do evento, por outro, a cidade também chama atenção por estrelar entre a lista dos municípios mais violentos do Brasil. E se tratando de violência contra a mulher, foram contabilizados somente no ano passado 200 feminicídios e mais de 30 mil casos de agressões.

Pensando no cenário de crescimento que coloca Recife na lista das 100 cidades mais ricas do país até 2020, é impossível aceitar a realidade cruel de violência contra a mulher, principalmente quando elas têm importante papel na atividade empreendedora local. Essas foram algumas das informações apresentadas por Camila Fusco, Head of Entrepreneurship do Facebook para a América Latina, durante a abertura do Ela Faz História.

Imagem: Daniela Kleiner

Imagem: Daniela Kleiner

O evento, quase em totalidade, liderado por mulheres, aconteceu no Arcádia do Paço Alfândega e recebeu centenas de mulheres já empreendedoras e também aquelas que ainda estão em formação.

O desafio da ONU Mulheres hoje

Segundo relatórios apresentados pela Organização das Nações Unidas – ONU, são necessários pelo menos 81 anos até alcançarmos o estágio de igualdade de gêneros. Para desafiar essa realidade, a ONU Mulheres aceitou o desafio conquistar um planeta 50/50 até 2030 lançando mão dos “7 Princípios de Empoderamento Feminino” e alguns programas de alto impacto. A igualdade de gêneros garante que mulheres tenham mais liberdade e autonomia sobre as decisões que guiam suas vidas. Para isso, é preciso lutar para construir uma sociedade mais sensível à causa feminina.

Sororidade - Onu Mulher

Imagem: Stéphanie Albuquerque

Adriana Carvalho, Assessora para Empoderamento das Mulheres da ONU Mulheres, foi a porta voz da ONU durante o Ela Faz História edição Recife.

#ElaEmpodera: Ana Paula Padrão ensinando mulheres a amar

Ana Paula Padrão, importante jornalista brasileira e, durante muito tempo, âncora da principal emissora de televisão do país. Quem diria que uma mulher que transmitia tanta segurança em suas palavras diariamente não estava satisfeita e realizada em sua posição. Segundo Ana, apresentar um telejornal à noite não a fazia feliz, era um cargo que realiza as pessoas a sua volta. Para sair dessa frustração, foi preciso se despir de personagens e tirar máscaras que ela mesma aceitou para não decepcionar pessoas.

Ana Paula Padrão - Ela Faz História Recife

Imagem: Stéphanie Albuquerque

“Descobri que a felicidade reside em estabelecer uma conexão saudável com outro ser humano” – Ana Paula Padrão.

Em suas palavras, Ana Paula abriu sua vida e colocou sua história de exemplo e inspiração às diversas mulheres atentas. “Eu demorei muito para me amar. Quero que todas vocês aprendam”, justifica Ana que mudou o rumo de sua vida e estabeleceu sua carreira frente a duas empresas que ajudam mulheres a conquistarem autoconhecimento, confiança e saúde econômica para descobrir e conquistar sua felicidade individual.

Uma lição sobre o mais importante amor, o próprio, aquele que dificilmente somos ensinadas a praticar.

Para saber mais sobre seus projetos, acesse: Escola de Você e Tempo de Mulher.

 

#ElaLidera: Zica Assis de empregada doméstica a empreendedora de sucesso

A emocionante história da ex-empregada doméstica que não desistiu do seu sonho. Zica Assis sempre teve um relação muito forte com seus cabelos cacheados no estilo black power que lhe garantiam autenticidade. No entanto, para poder trabalhar e se sustentar, se viu obrigada a amarrar, cortar e até alisar seus fios para agradar aos patrões completamente despreparados para lidar com as diferenças éticas e culturais.

Todo o seu sofrimento deu gás ao seu sonho: estudar mais sobre a essência do cabelo cacheado, uma vez que a indústria capilar só apresentava soluções que tiravam suas características mais marcantes: o volume e movimento. E foi assim que decidiu fazer um curso de cabeleireira: formou-se mas não encontrou solução que satisfizesse as necessidades do seu cabelo. Foi então que decidiu ela mesma experimentar soluções até encontrar aquela que conferisse brilho e beleza aos seus cachos. Foram 10 anos de testes para encontrar a mistura perfeita.

A batalha teve final feliz quando Zica encontrou ajuda para registrar a fórmula que cuida de cabelos crespos, cacheados e ondulados. Com o sucesso da linha de produtos, ela fundou o Instituto Beleza Natural, com mais de 14 unidades espalhadas pelo país, onde lidera aproximadamente 4 mil funcionárias.

Zica Assis - Beleza Natural

Imagem: Daniele Kleiner

“Gostar de gente é a coisa mais maravilhosa dao mundo”. Zica Assis

#ElaEmpreende: Camila Farani e sua história com o empreededorismo e protagonismo como Investidora Anjo

Camila Farani é criadora do grupo Mulheres Investidoras Anjo (MIA) e tem uma vasta experiência com empreendedorismo, há 15 anos ela cria negócios e ajuda a co-fundar outros. Camila aprendeu a empreender agregando valor ao seu serviço e usando sempre a criatividade.

A carioca fez história na Tabacaria da família, fundou uma Cafeteria que levava seu sobrenome, abriu seu próprio estabelecimento de alimentação saudável, a Farani Fresh Food, então, foi convidada a assumir as operações da Mundo Verde e hoje preside o Gávea Angels, grupo de investidores anjo no qual foi a primeira mulher a entrar e assumir liderança. Desde então, é apoiadora da causa feminina e atribui ao empreendedorismo a forma como consegue dar suporte e mentoria a mais de 500 mulheres ao redor do Brasil e do mundo.

“Empreender é um estilo de vida, e não meramente uma maneira de abrir negócios”.  – Camila Farani

Sua vasta experiência nos negócios serve de inspiração e Farani faz questão de propagar o aprendizado. Segundo ela, é preciso estabelecer metas tangíveis e específicas para nos aproximar dos nossos sonhos.

Oficinas: Empreendedorismo, sucesso e negócios

A tarde de sexta-feira foi dedicada a oficinas ministradas por mulheres de sucesso que lutam para formar outras histórias vencedoras. As atividades objetivavam incentivar e desmitificar o empreendedorismo, sucesso e negócios.

Imagem: Stéphanie Albuquerque

Imagem: Stéphanie Albuquerque

Parcerias Ela Faz História

Para um evento do porte do Ela Faz História acontecer, algumas parcerias importantes foram estabelecidas. Instituições e empresas que apoiam causa feminina formam a rede de parcerias do evento, que promovem as capacitações complementares do projeto. São elas:  Think Olga, ONU Mulheres, Escola de Você, Connect Americas, Think EVA, Rede Mulher Empreendedora, GNT e Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios.

Estão previstas ainda mais quatro edições do evento nas demais regiões do país. Para saber mais, acompanhe: https://shemeansbusiness.fb.com