O Marketing desta nova era está muito mais dinâmico. A bola da vez da publicidade pra internet são os advergames, jogos online que servem para ajudar algum tipo de campanha ou mesmo para tentar ser um novo viral. Eles estão em ampla ascensão no Brasil desde o início dos anos 2000, hoje giram em um nicho de mercado que movimenta bilhões de dólares, e ainda existe muito mercado a ser explorado pelas pequenas e grandes empresas.

 

 

Mas o quer é afinal um advergame?

 

O advergame é um tipo de divulgação que precisa ser bem pensada, visando sempre o usuário, oferecendo um novo tipo de interação, que recebe informações dos seus produtos de um jeito divertido e diferente.

 

 

Como fazer e como funciona?

 

A concepção de um bom advergame é realmente uma grande desafio. Um dos primeiros passos é saber que eles têm vida curta e que seu público está procurando por jogos casuais, por isso nem perca tempo tentando criar jogos complexos, a menos que você trabalhe na Zynga (desenvolvedora de jogos online como aplicativos de redes sociais – quem nunca jogou FarmVille -), que passa meses criando um game e investe milhares de dólares nele, ao final acaba com um game mais complexo do que um advergame, com fases e níveis.

 

A internet tornou a produção e a divulgação de advergames muito mais prática e rentável, sendo que os lugares perfeitos para que os advergames ganhem força é, sem dúvidas, nos smartphones e tablets, que é aonde os usuários passam mais tempo em jogos de temas casuais. As interfaces simples e bem objetivas atraem mais pessoas, porque dentro da facilidade de um jogo casual este é um diferencial,porém, a simplicidade não significa baixa qualidade ou falta de dificuldade no jogo, é preciso que o usuário tenha interesse e queira se aprofundar no jogo para que ele chegue ao seu ponto máximo de interatividade.

 

 

Fique atento

 

Existem formas diferentes de uma marca usar os jogos como ferramenta de marketing, uma delas é o desenvolvimento de um jogo próprio que tem um custo mais elevado a outra opção é o patrocínio de outros jogos, inserir a marca dentro de algo já existente. Se parar para pensar vai lembrar de muitos jogos que usam essa tendência, por exemplo jogos de esportes as marcas como Nike, Adidas e Puma que estão relacionadas ao universo esportivo podem expor suas marcas e produtos. Criar um bom advergame não é nada fácil, é preciso contar uma história que convença o seu consumidor e que tenha a sua marca como elemento condutor dessa história, é desenhar um storytelling que permita criar um jogador-consumidor e com isso é possível fortalecer o relacionamento com a marca e ter retorno positivo.

 

 

Agora mão na massa!

 

A grande ideia de realizar estas ações é a de que o público alvo encontra-se totalmente imerso no ambiente virtual em seu momento de lazer, o que causará uma interatividade divertida entre consumidor e marca, a exposição média de uma marca ou produto em um advergame é muito maior do que na mídia televisiva ou impressa, vale a pena investir e conhecer mais esse mundo, no mundo dos games existem várias outras formas de se conectar com o seu consumidor, e transformá-lo em um fã.