A maior rede de pesquisas do mundo, o Google, juntou-se ao governo Italiano em um projeto inusitado, porém bastante necessário: a empresa irá se unir às autoridades locais para dar dicas de criação de senhas aos cidadãos italianos.

Você pode achar estranho ou se identificar, mas a criação de senha é uma tarefa bastante complicada para algumas pessoas. É compreensível, pois senhas fortes exigem combinações de caracteres e símbolos não tão óbvios e difíceis de memorizar.

Simplicidade não traz segurança

Assim, como forma de tornar o processo mais prático, muitas pessoas criam senhas bastante simples, lembra do 123456? Segundo o relatório da agência de segurança digital Keeper, cerca de 10 milhões de senhas foram vazadas ao longo de 2016 — a partir das mais diversas brechas de segurança.

Esse número absurdo é quase equiparado com os relatórios dos anos anteriores, o que despertou a atenção de muitas empresas que intensificaram os investimentos em segurança contra ataques de hackers e crackers.

Inclusive, aqui na redação do Digaí aderimos às boas práticas de segurança digital e implementamos há algum tempo uma política de criação de senhas fortes em nossas contas. Para não perder nossos preciosos arquivos.

Já na Itália, a maior parte dos cidadãos não dão a devida atenção a essa questão. Uma prática bastante comum aos habitantes é a utilização da mesma combinação para diversas contas online e até serviços burocráticos. O que acaba potencializando o prejuízo ao usuário caso sua senha seja descoberta por algum hacker.

Google governo Itália irao ensinar criar senhas seguras

 

Empresas envolvidas

A iniciativa de instruir os cidadãos em relação à criação de senhas é fruto de uma parceria entre a Italian Data Protection Authority, a Communications Regulatory Authority, e claro, o Google.

O projeto visa a criação de um site chamado Digitali e Responsabili (digital e responsabilidade, em uma tradução livre), cujo objetivo será a veiculação de dicas sobre a importância da educação da população na era digital. Para isso, as empresas idealizadoras irão contar ainda com a ajuda da Local Postal Police e a Altroconsumo nessa jornada.

O Google anunciou ainda que irá realizar alguns workshops em universidades diferentes da Itália (cinco no total) para dar dicas sobre proteção e práticas de prevenção contra a criação de senhas que sejam fracas ou fáceis de se deduzir.

“De Roma a Milão e passando por Nápoles, Palermo e Florência, esses workshops vão cobrir diversos tópicos ressaltando tanto as oportunidades quanto as responsabilidades dos cidadãos digitais – incluindo dicas concretas para a realização de pesquisas na internet”, ressaltou o Google.

Ainda não foi confirmada a data certa do início dessas ações no país.

E você leitor, tem criado senhas fortes?