Como tínhamos noticiado há alguns dias, especulava-se que o Facebook lançaria uma plataforma para assistir “televisão” na própria rede. E nesta quarta-feira (09), a rede social de Zuckerberg lançou a novidade. A nova funcionalidade chama-se Watch.

Se você não conferiu nossa notícia anterior, é interessante reforçar a ideia de que o Facebook afirma não pretender competir com as produtoras de vídeos, como Netflix, Showtime e HBO, mas sim oferecer uma plataforma parecida com o YouTube. Segundo a própria própria rede social, “Assistir a vídeos no Facebook tem o poder de conectar pessoas, iniciar conversas e criar comunidades. No Facebook, os vídeos são descobertos por meio de amigos”.

Conhecendo o Watch

O Watch está disponível em dispositivos móveis, desktop e laptop, assim como em nossos aplicativos de TV. Os programas trazem episódios – ao vivo ou gravados – e seguem um tema ou enredo. Para melhorar ainda mais a experiência do usuário na plataforma será possível acompanhar os programas que você segue. O Watch irá disponibilizar uma Watchlist para que você nunca perca os últimos episódios.

facebook lança plataforma programa vídeos

O Watch é personalizado

Para quem adora procurar programas novos ou está cansado dos que já assiste, o Watch ajuda nessa descoberta, te levando a programas que seus amigos estão assistindo. Há seções como “Mais Comentados”, que mostram programas que estão gerando conversas, “O que está fazendo as pessoas rirem”, que se baseia nas reações de “Haha” e “O que amigos estão assistindo”, que ajuda você a se conectar com os seus amigos sobre os programas que eles também estão seguindo.

Uma plataforma para programas

É uma plataforma que busca motivar a criação de conteúdo, onde todos os criadores consigam encontrar uma audiência, além disso ganhar dinheiro com esse trabalho. Onde, a rede pode oferecer a divisão de monetização que fica com 55% com o produtor de conteúdo e 45% com o Facebook”. A rede social acredita que há várias oportunidades de sucesso para programas com diferentes diretrizes, como:

• Programas que engajam fãs e a comunidade
• Programas ao vivo que se conectam diretamente os fãs.
• Programas que seguem uma narrativa ou um tema consistente.
• Eventos ao vivo que reúnem comunidades.

Infelizmente a plataforma ainda não foi lançada no Brasil, apenas nos Estados Unidos. “Vamos disponibilizar o Watch a um grupo limitado de pessoas nos EUA e planejamos levar a experiência a mais pessoas em breve”, afirmou o Facebook.

E aí, amigo, está ansioso para que o Watch chegue no Brasil? Nós estamos. Conta pra gente!