O Instituto Reuters (Agência de notícias britânica) em parceria com a Universidade de Oxford fez uma pesquisa para saber o quanto as pessoas confiam nos meios de comunicação. Onde, hoje em dia a maioria das pessoas têm as mídias sociais como fonte de informação.

mídia

Confiança na Mídia: Brasil que confia

O Brasil só perdeu para Finlândia, onde 62% do público acredita no que é veiculado nos meios de comunicação. Ficando com o segundo lugar, no Brasil 60% dos cidadãos, acreditam em tudo que é noticiado pelas mídias, tanto no conteúdo que leem quanto o que ouvem. Além disso, acreditam que a responsabilidade de filtragem das notícias que são publicadas, é exclusivamente dos canais midiáticos.

Em países considerados mais desenvolvidos, como Portugal, Polônia e Holanda, os níveis de confiabilidade na mídia também são altos, porém nos Estados Unidos apenas 38% da população confia no que é noticiado. A Coréia do Sul, também considerada em desenvolvimento apresentou uma das piores colocações no ranking.

Por ter tremenda importância na vida de todos, se tornam muito importantes discussões sobre a importância da imprensa. Tanto para quem investe na mesma, quanto para quem consome.

Confiança na Mídia: Oportunidade

Levando isso em consideração, pode-se dizer que, no Brasil há uma grande oportunidade de investimento nas mídias, principalmente nas plataformas online, que veem crescendo cada vez mais, pois é notado que a maioria da população confia “cegamente” no que é exibido.

Trazendo a oportunidade facilitada de se realizar vendas, e além disso, conseguir credibilidade para sua marca por meio das mídias. É importante lembrar que um trabalho realizado com ética vai lhe render bons frutos, então mesmo sabendo dessa facilidade de confiabilidade, procure sempre compartilhar informações verdadeiras e um conteúdo de qualidade, pois, ainda existem os outros 40% da população que ainda tem “um pé atrás” com tudo que é noticiado e costuma filtrar mais as informações.

E aí, amigo, o que achou dessa pesquisa realizada pela Reuters? Te deixou mais animado em relação à conquista de seu público? Conte pra gente.